Saturday, April 28, 2012

LUCHO GATICA

A Voz Romântica Das Américas (1956)


Luis Enrique Gatica Silva (11/08/1928, Rancagua, Chile), mais conhecido como Lucho Gatica, filho de Agustín Gatica, comerciane e pequeno agricultor e de Juana Silva, dona de casa.  Seu pai morreu em 10 de Fevereiro de 1933 e em sua infância passou por muitas privações junto com seus sete irmãos.
Foi Arturo Gatica, irmão dez anos mais velho e já atuando como músico desde 1938, quem o incentivou em seus primeiros passos musicais.  Lucho Gatica estudou no Institudo Higgins de Rancagua, dependente da congregação católica dos Hermanos Maristas, e, em 1941 começou a cantar em peças da escola e na rádio de Rancagua, fazendo um duo com seu irmão, aos treze anos.  Em 1943 gravou o primeiro disco de sua vida; um acetado registrado na mesma rádio, com três toadas e uma delas chamada "Negra Del Alma", acompanhado pelos violões de dois amigos, Antonio Muñoz e Ernesto Rossón.
Arturo também o acolheu quando este chegou em Santiago, em 1945.  Neste ano matriculou-se no Instituto Alonso de Ercilla, também dependente dos Hermanos Maristas, onde teve, entre seus companheiros, Andrés Zaldiva, futura figura política Chilena.  Um ano mais tarde, em 1946, o estudante Gatica inscreveu-se também na Escuela Industrial Nº 2 de Santiago, para conseguir o título de Técnico de Mecânico Dental.  Mas ao mesmo tempo Arturo levou seu irmão à Rádio Minería para apresentá-lo ao locutor Raúl Matas, que apresentava o programa La Feria De Los Deseos.  Aos dezoito anos de idade, Lucho Gatica cantou "¿Tú, Donde Estás?"
Em 1956, Lucho iniciou uma tournée pelo exterior que o levou à Venezuela.  Em 1957, Lucho decidiu mudar-se para o México, um país que teria grande importância em sua vida.  No México lançou "No Me Platiques", "Tu Me Acostumbraste" e "Voy A Apagar La Luz", este último lançado em 1959.
Em 1958, é lançado o primeiro disco em formato LP de Lucho Gatica.  Dos seus três álbums lançados neste ano foram compilações de suas gravações mais conhecidas no formato de 78rpm.  O terceiro foi chamado Encadenados.
Mais tarde, Gatica decidiu ficar permanentemente no México e lá casou-e em 21 de Maio de 1960 com a atriz Porto-Riquenha María del Pilar Mercado, conhecida popularmente como Mapita Cortés, que também residia no país azteca.  Desta união, que durou 18 anos, o casal teve cinco filhos, entre eles, o primogênito Luis Antonio Gatica Mercado (1961), ator, e o menor, alfredo Gatica Mercado, produtor musical.  Após o divórcio, Lucho Gatica mudou-se para os Estados Unidos.  Seu segundo casamento foi com uma modelo Norte Americana que conheceu no começo dos anos 80, e com que permaneceu casado por seis anos, e com tem teve sua sexta filha, Luciana.  Após a separação, em 1986, casou-se com sua atual esposa, Leslie, vinte anos mais nova, com quem teve sua filha mais nova, Lily Gatica.
Em 1961, Lucho Gatica começou a apresentar seus primeiros problemas vocais, num desgaste que agravou-se pelos anos seguinte e influenciaram sua baixa produção discográfica.
Em 1996 recebru uma grande homenagem em Miami, Estados Unidos, por parte de artistas diversos.
Para mais informações, por favor visite a Wikipedia.

A Voz Romântica Das Américas

01. Prohibido - com Roberto Inglez & Orquestra
    (M. Sucher/Carlos Bahr) • 2:44
02. La Volvi A Encontrar - com Roberto Inglez & Orquestra
    (Charlo) • 3:05
03. Besame Mucho - com Roberto Inglez & Orquestra
    (C. Velasquez) • 3:04
04. Las Muchachas De La Plaza España - com Roberto Inglez & Orquestra
    (M. Ruccione/Marchione) • 3:07
05. Quiereme - com Don Roy & Orquestra
    (Gaymer/Da Costa) • 2:48
06. Vaya Con Diós - com Trio Peregrinos
    (Gamboa/Russell/James Pepper) • 2:51
07. Sinceridad - com Trio Peregrinos
    (Gaston Perez) • 3:10
08. Ruega Pos Nosotros - com Don Roy & Orquestra
    (Alberto Cervantes/Ruben Fuentes) • 3:01
09. Vuela Paloma - com Don Roy & Orquestra
    (Bruno Cherubini/Carlos Concina) • 2:49
10. Risque - com Don Roy & Orquestra
    (Ary Barroso) • 3:21

Saturday, April 14, 2012

5 LATINOS

Los Dulces 16 Años (1960)



Los 5 Latinos, um grupo vocal-instrumental do rock and roll da Argentina ainda está ativo, estabelecido em 1957. Considerado por muitos como o grupo vocal mais famoso de todos os tempos foi um dos primórdios do rock latino e um dos primeiros grupos a cantar rock em espanhol, bem como em alcançar a fama mundial, replicando estilo doo wop do The Platters.  Liderado por uma mulher, Estela Raval, algo incomum na época de sua origem, e seu marido, o trompetista Ricardo Romero, junto com Hector Buonsanti, Mariano e Francisco Jorge Crisiglione Pataro, este último substituído em 1960 por Carlos Antimori.
Em 1957 eles gravaram seu primeiro single com a Columbia ("Young Love", "Abrir as janelas") e em 1958 seu primeiro álbum (Maravilloso, Maravilloso, Columbia, 1958), acompanhado pela orquestra de Waldo de Los Rios, com grande sucesso como "Recordándote" (que alcanou o segundo lugar no ranking da Discomania Mundo, que transmitia o programa para toda a América do WRUL Nova York), "Young Love", "Abrir As Janelas" e um cover em espanhol da ultrafamosa "Only You" (Só Você). Imediatamente alcançou uma extraordinária circulação internacional, que foi mantida por muitos anos. Eles fizeram shows ao redor do mundo, chegando a tocar no Ed Sullivan Show e dividiu o palco com The Platters, sendo seu maior hit, "Ballada De La Trombeta."
No incio de 1959 eles lançaram seu segundo álbum, "Dímelo Tu" (Columbia), escolhido como primeiro corte por ser o primeiro tema rock roll composto por autores sul-americanos que se tornou sucesso internacional. Naquele mesmo ano, fez sua primeira turné internacional para o Uruguai, Chile, Colômbia, Equador, Venezuela, México (onde permaneceram por seis meses), Costa Rica e Porto Rico. Na Venezuela teve seu próprio show. No México ficou em primeiro lugar durante quatro meses, como figuras centrais do então famoso programa de televisão Siempre en Domingo, liderado por Raul Velazco, aparecendo em arenas de touradas, para acomodar público em suas apresentações.
Em 1960 foi para a Espanha onde a sua chegada foi um evento nacional, aparecendo no Parque Flórida.
Eles viajaram por todo o país por um ano e meio, incluindo uma performance histórica conjunta com o The Platters em 29 de junho 1960 na arena de tourada em Valência diante de 35.000 pessoas. Em 1961 apareceram no Olympia de Paris com Gilbert Becaud, estando entre o público, artistas como Judy Garland, Charles Aznavour e Édith Piaf. O passeio continuou por Portugal, Itália, Grécia, Egito, Israel, Líbano, Inglaterra, e novamente na Espanha para trabalhar ao lado de Frank Sinatra em um programa especial do Festival. Depois de viajar toda a Europa, visitou a América, realizando shows, na Califórnia, em Los Angeles, San Francisco, Hollywood e Las Vegas.
Em 1969, quando o seu sucesso parecia cair, anunciaram a dissolução da banda e o lançamendo da carreira solo de Estela Raval. A despedida foi realizada no luxuoso Hotel Hermitage de Mar del Plata, fechando o desempenho com uma performace inesquecível e emocionada de "Tu Eres Mi Destino", que Estela Raval não pode deixar de chorar, a ponto de interromper a canção. Após a separação, Estela Raval desenvolveu uma carreira solo, acompanhada por seu marido, Ricardo Romero, mas sem atingir o reconhecimento que recebeu com a banda. Mariano Crisiglione criou seu próprio conjunto vocal, Charles Antinori fundou sua própria orquestra e Hector Buonsanti dedicou-se a arranjos musicais.
Para maiores informações, por favor, visite a Wikipedia

Los Dulces 16 Años

01. Te Diré (Bracchi/D'Anzi) • 2:37
02. Tiempo Tormentoso (Harold Arlen/Ted Koehler/Vers.:Ben Molar) • 3:01
03. Pequeña Flor (Sidney Becht/Vers.:Ben Molar) • 3:04
04. Tu Eres Mi Destino (Paul Anka/Vers.: Rafaelmo Latino) • 2:20
05. Las Hojas Muertas (Joseph Kosma/Jacques Prévert/Vers.: Ben Molar) • 2:27
06. Naciste Tarde (Charles Strouse/Frederick Tobias/Vers.: Ben Molar) • 2:08
07. Solamente Tu (Buck Ram/Andrew Rand/Vers.: Ben Molar) • 3:04
08. Los Dulces 16 Años (Ira Kosloff/Irving Reid/Tony Springer/ Vers.: Ben Molar) • 2:48
09. Hay Humo En Tus Ojos (Otto A. Harbach/Jerome Kern/Vers.: Lucio Milena) • 2:25
10. Mi Madre Querida (Jack Yellen/Lew Pollack/Ver.: Ben Molar/Rafaelmo Latino) • 2:43
11. Yo Creo (Erwin Drake/Irving Graham/Jimmy Shirl/Al Stillman/Vers.: Ben Molar) • 2:44
12. Himno Al Amor (Margueritte Monnot/Édith Piaf/Vers.: Ben Molar) • 2:07
13. Que Bonito Amor (José Alfredo Jimenez) • 2:25
14. Mi Oración (Georges Boulanger/Jimmy Kennedy/N. Noriega/Vers.: Ben Molar) • 2:52

Saturday, April 7, 2012

AMARUS

El Condor Pasa (19??)


El Condor Pasa
Eu me lembro exatamente de ter comprado essa fita em um mercado em La Paz.  Só não consigo me lembrar se foi no início da década de 1980 ou se foi por volta de 1986.  De qualquer maneira, escutar essas músicas é como estar passeando pelos Altiplanos Andinos...

01. El Condor Pasa (Daniel A. Robles/Oscar Valles) • 6:56
02. Ti Ha Wa Na Ku (Luis Rico) • 3:02
03. Amores Hallaras (D. R.) • 3:42
04. La Vidita San Lorenzo (Nilo Saruco) • 4:48
05. Carnaval Grande (D. R.) • 3:05
06. El Humahuaqueño (D. R.) • 2:53
07. La Danza De La Llama (Jorge Gil) • 4:07
08. Viva Mi Patria Bolivia (Apolinar Camacho) • 3:17
09. Papel De Plata (D. R.) • 2:59
10. Piedras En El Rio (D. R.) • 3:30
11. La Mariposa (Gumercindo Licidio) • 3:26